terça-feira, 3 de abril de 2012

Festa das Primaveras!





















No passado dia 30 de Março fomos até Cambra, à zona de lazer por excelência desta freguesia, o local onde anualmente se celebra o Espírito Santo.

O mês de Março é para todos o mês da chegada da Primavera, mas para nós é também o mês em que mais utentes do Centro Social de Campia festejam as suas primaveras. Saibam então como correu a nossa Festa das Primaveras!


Este é um espaço que diz muito às gentes de Lafões, pela romaria de todos os anos que os levava até àquelas paragens. O espaço está diferente, é certo, mas a Capela do Divino Espírito Santo, bem como a Torre Medieval continuam a ser protagonistas deste espaço verde.

Antes que a chuva tão esperada chegassem, pudemos almoçar, conversar, cantar e até dançar!


Às vezes o segredo para o sucesso de uma festa não é o que se faz, mas onde se faz. O almoço foi por isso passado a contar histórias do tempo em que o caminho até ali se fazia a pé, e em que as doceiras faziam as delícias dos romeiros. Histórias do dia de festa.

Eles falam entre si, mas dizem querer falar para os mais novos. Dizem ser fundamental que aqueles os oiçam. Para que não caiam no esquecimento as dificuldades de outrora. Para que ganhem força para aquelas que parecem avizinhar-se, para as que já se experimentam no dia-a-dia.

As primaveras - muitas juntas - trazem isto. Espelhos de uma vida difícil, mas que ainda assim, se levou para a frente com coragem. Que se partilhou, apesar da sardinha dividida em três. Que se abraçou, apesar do cansaço dos dias a trabalhar na resina.

As primaveras -muitas juntas - trazem isto.

Lições.


E é fundamental ouvi-las. Mesmo nas músicas tradicionais, cujo humor é tantas vezes subestimado pelos mais novos. Também cantamos naquele dia, sempre com a ajuda do nosso grande tocador de clarinete. Há talento escondido em Rebordinho!


Os parabéns são para eles, pelas vitórias e ensinamentos. Para eles, que nos fazem aprender cada verso da Santa Combinha como ninguém.

Não sabemos se esta geração que aí vem terá que dividir uma sardinha em três nem tão pouco se voltará aos tempos em que todos os caminhos se conheciam a pé. Esperamos apenas que a que se lhe siga queira ouvir o que haja para dizer.


Porque é fundamental ouvir. Porque as primaveras - muitas juntas - trarão sempre isto.



Lições.




































terça-feira, 27 de março de 2012

Ainda o Dia da Floresta

video

video
video

sexta-feira, 23 de março de 2012

Dia da Floresta - as imagens de uma tarde em grande!































Dia da Floresta - Os Campeões de Campia!













Ontem foi um daqueles dias de grande festa que os nossos utentes não vão esquecer tão depressa!

Como tem vindo a ser habitual, pela altura da chegada da Primavera, é promovido o Dia Mundial da Floresta, actividade inter-concelhia (Oliveira de Frades, Vouzela e São Pedro do Sul), que é sempre sinónimo de um grande e feliz encontro entre os idosos destes municípios.
Este ano, teve lugar no Lenteiro do Rio, o espaço perfeito para esta iniciativa!

Junto ao rio, com muita música e jogos tradicionais para matar as saudades de outros tempos, foi uma tarde inesquecível!

Para aqueles que não estiveram lá, eis os jogos escolhidos.


"JOGO DAS PINHAS"

Cada jogador teria que transportar uma pinha de cada vez, sem a deixar caír, com a ajuda de uma cana de pesca, até à árvore da madeira, onde seria pendurada. O objectivo era que cada equipa transportasse as 12 pinhas o mais rápido possível.


"JOGO DA REGA"

Cada jogador, à vez, enche o recipiente e transporta a água para a meta final od percurso, sem o deixar caír. Ganha a equipa que conseguir transportar o maior volume de água possível.

"JOGO PUZZLE DE LAFÕES"

Cada jogador deve transportar com o carrinho de mão 1 peça de puzzle, contornando os troncos dispostos no percurso, até totalizar as 12 peças. No fim, deverão construir o puzzle lafonense.


Ora o Centro Social de Campia agora já tem os seus próprios campeões....Os que jogam e os que aplaudem!

É o nosso pequeno truque secreto, este de todos termos o nosso propósito nestas saídas.

Mas o nosso dia começou mais cedo do que para todos os restantes! Resolvemos levar uma merenda bem generosa e almoçamos lá mesmo. O sítio é maravilhoso para quem não conhece, e era o caso dos nossos utentes. Tivemos só pena de não trazer mantinhas para nos sentarmos à sombra a conversar. O sol esteve bem forte ontem, mas as conversas de outro tempo distraem-nos sempre de tudo. O antigamente vive sempre, logo que haja pessoas que dele se lembrem. Isso sente-se quando nos encontramos todos para falar de desfolhadas, e do malhar do milho, e dos meninos pequeninos, que eram levados em cestas para o campo. Sem creches e sem amas, foram muitos assim, felizmente, criados.

Cabe tudo isto, num almoço à beira rio.

Sabemos que a chuve é bem precisa, mas o dia cheio de luz ontem soube-nos tão bem. E as gargalhadas não dizem a idade de cada um, certo?


A música era jovem e mexida e não houve ninguém que não dançasse. Isso deve ser uma lição para todos nós, especialmente para os mais novos. Queremos todos poder viver isto, desta maneira. Sem pesos nos pés, com ssorios que escondem todas as rugas que tenhamos.

E é por isso que queremos voltar para o próxuimo ano. E para os que se lhe sigam.

O nosso imenso obrigado a todos quantos lá estiveram, a todos quantos fizeram este dia possível.

E claro, os nosso parabéns para os campeões de Campia! Para os que tão bem nos representaram nos jogos e para aqueles que tão fervorosamente os incentivaram!


Até para o ano!!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Nova viatura para o Apoio Domiciliário









Tendo em vista a necessidade de haver sempre uma viatura disponível aquando da próxima abertura das novas valências do Lar de Idosos e da Creche, a Direcção do Centro Social de Campia decidiu colocar neste serviço a viatura de nove lugares já existente e proceder à aquisição de uma carrinha de dois lugares para o Serviço de Apoio Domiciliário.
Assim, e cumprindo já com os requisitos impostos para o transporte de alimentação, após consulta a várias firmas do ramo, procedeu à aquisição de uma carrinha de dois lugares, equipada para o efeito.

Trata-se de uma viatura compartimentada em zona alimentar, zona de roupas e zona de produtos de higiene, sendo que a zona alimentar é constituída por gavetões com aquecimento e um refrigerado. As zonas destinadas à roupa e aos produtos de higiene têm extractores de ar que eliminam os odores.

Com esta nova viatura que cumpre todos os requisitos e normas da segurança e higiene alimentar, fica o Centro Social de Campia em condições de poder prestar um serviço de ainda melhor qualidade aos seus utentes!